SHARE
Douradense descontente com valor da conta de energia é atendido no Procon (Foto A. FrotaDivulgação)


Concessionária de energia, empresas de telefonia e instituições financeiras lideram ranking de reclamações em Dourados

O Procon recebeu 814 reclamações em janeiro de 2019 em Dourados, a 233 km de Campo Grande. Segundo o balanço divulgado hoje (1º), o aumento nas contas de energia elétrica, apontado em várias cidades de Mato Grosso do Sul, impactou direto nos atendimentos do órgão de defesa do consumidor.
O destaque ficou para a empresa Energisa. A concessionária de energia elétrica liderou o ranking de reclamações, com 207 casos, ou seja, 25,43% da demanda.
De acordo com o diretor do órgão Mário Júlio Cerveira, devido ao número considerável de reclamações contra a Energisa e nenhuma solução apresentada pela empresa, a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) já foi notificada para se manifestar sobre o caso. A notificação foi feita pela Superintendência Estadual do Procon.

“Todas as reclamações registradas no Procon de Dourados serão encaminhadas ao Ministério Público Estadual, para, em conjunto, analisar e solucionar os fatos que afligem os consumidores”, afirmou Cerveira.

Depois dos serviços de energia elétrica, telefonia e instituições financeiras aparecem em destaque entre as reclamações. Em segundo apareceu a Telefônica Brasil, com 84 reclamações (10,32% do total). A OI foi alvo de 38 reclamações (4,67%) e a Claro de 26 (3,19%).
O banco Bradesco e a Sanesul receberam 25 e 20 reclamações, , respectivamente. Outras 17 empresas completam o ranking de atendimentos do Procon de Dourados em janeiro.

Fonte: Helio de Freitas – campograndenews.com.br

Facebook Comments