SHARE
Foto: Reprodução/Dourados News

De acordo com o secretário municipal de Fazenda, quitação da segunda etapa depende da entrada de receitas nos cofres públicos de Dourados

Os servidores de Dourados deverão receber somente 44% dos salários da folha de julho até quinta-feira (8). Segundo o secretário municipal de Fazenda, Paulo Cesar Nogueira Junior, os outros 56% dos proventos só serão quitados numa segunda etapa de pagamentos, ainda sem data definida, porque depende das receitas.

Procurado pelo Dourados News na manhã desta terça-feira (6), o gestor garantiu que não será feito como no mês anterior, quando 539 profissionais com vencimentos acima de R$ 5,7 mil (uma folha total de R$ 4,9 milhões) ficaram sem receber no quinto dia útil.

“Não vai escalonar [nesse mês], vai pagar isonomicamente 44% para todos os funcionários numa primeira etapa e 56% numa segunda”, detalhou o secretário, indicando a próxima quinta-feira, dia 8, como data limite para essa primeira leva de pagamentos.

Paulo Cesar Nogueira Junior não detalhou o prazo para a quitação da segunda etapa, que segundo ele ainda depende da entrada de receitas nos cofres públicos municipais.

Segundo o Portal da Transparência do município, a arrecadação obtida em agosto, até agora, é de R$ 623.003,33. Em julho foram obtidos R$ 65.775.870,73 e durante junho, R$ 54.326.617,57, montante mensal mais baixo do ano.

No início de julho, a Prefeitura de Dourados explicou que somente os 6,9 mil servidores com salário líquido até R$ 5.789,00 receberiam os proventos até o quinto dia útil do mês, um valor total de R$ 16,9 milhões. Outros 539 com vencimentos superiores a esse só receberam na semana seguinte, um montante de R$ 4,9 milhões.

Questionada pelo MPE-MS (Ministério Público Estadual) em procedimento aberto após queixas de parte dos 539 profissionais que receberam em atraso, a prefeita Délia Razuk (sem partido) informou que pagará o índice de poupança como correção monetária aos servidores afetados pelo atraso salarial na folha de junho.

Nesta manhã, o secretário municipal de Fazenda confirmou essa informação e garantiu que a correção será paga sempre que houver atrasos salariais.

Fonte: topmidianews.com.br

Facebook Comments